Liturgia da Igreja Lusitana: Casamento (2022)

CASAMENTO

RUBRICAS GERAIS

1. Na celebração cristã do casamento devem respeitar-se as leis da Igreja e do Estado, salvo na medida em que as últimas se oponham à Lei de Deus.

2. Um dos noivos, pelo menos. deverá ser cristão baptizado.

3. Se algum dos noivos é divorciado, o casamento só poderá efectuar-se com autorização especifica do Bispo Diocesano, dada por escrito.

4. É apropriado que o casamento seja celebrado no contexto da Sagrada Eucaristia, como nesta ordem se prevê; mas pode sê-lo como cerimónia autónoma. Neste caso, um diácono pode presidir à celebração. omitindo, porém, a Bênção Nupcial.

5. Se o casamento é celebrado no tempo do Advento ou da Quaresma, ou em outro dia de carácter penitencial, o pároco deve aconselhar os noivos a que tenham em coma a natureza peculiar desses tempos litúrgicos.

6. Os banhos do matrimónio serão publicados durante o culto principal de domingo, realizado na igreja onde vai celebrar-se o casamento, e com mais de oito dias de antecedência, usando-se a fórmula seguinte:

Publico os banhos de matrimónio entre N. N., de ..., e N. N., de ... Se algum de vós conhece alguma causa pela qual estas duas pessoas não possam unir-se em Santo Matrimónio na Igreja de Cristo, deve declará-lo.

7. Se durante a cerimónia for suscitado um impedimento ao casamento, ela será suspensa, a menos que o ministro se convença da insuficiência de fundamento para a arguição.

8. Os cônjuges e as testemunhas assinarão com o ministro o Registo do Casamento, no livro paroquial respectivo, num dos momentos propostos nesta ordem.

Marriage


General Rubrics

CASAMENTO

Os noivos colocam-se de frente para o celebrante, dando o homem a direita à mulher; e o celebrante diz:

Estamos reunidos na presença de Deus,
para poder testemunhar o casamento de N. com N.;
para sobre eles pedir a bênção divina e partilhar da sua alegria. O próprio Senhor Jesus Cristo esteve como convidado num casamento em Caná da Galileia, tendo-o honrado com o seu primeiro milagre. Cremos que,
pelo seu Espírito, também agora está connosco.
As Escrituras ensinam-nos que o casamento
é um dom de Deus na criação, e um meio da sua graça,
um santo mistério, no qual o homem e a mulher se unem numa só carne. É propósito de Deus que, quando marido e esposa se dão um ao outro em amor, eles permaneçam,
ao longo das suas vidas, unidos nesse amor,
tal como Cristo está unido à sua Igreja.
O casamento é instituído para que marido e esposa se confortem e ajudem reciprocamente,
vivendo fielmente juntos, tanto na carência
como na abundância, na tristeza como na alegria;
é instituído para que, com prazer e ternura,
se conheçam um ao outro em amor,
e pela alegria da sua junção corporal, robusteçam a união dos seus corações e das suas vidas;
é instituído para que colaborem com Deus na criação,
tenham filhos e sejam abençoados no seu cuidado e educação,
conforme a vontade de Deus, para sua honra e glória.

No casamento, marido e esposa pertencem-se mutuamente, e começam juntos uma vida nova na comunidade.
É um estado de vida que todos devem honrar:
não será tomado com ligeireza ou egoísmo,
mas com reverência e responsabilidade, após séria reflexão.

Este é o estado de vida, criado e santificado por Deus,
que N. e N. pretendem iniciar.
Para isso, darão o seu mútuo consentimento
e farão solenes promessas,
unindo as suas mãos e trocando alianças.
Portanto, neste dia do seu casamento, oramos com eles, para que, fortalecidos e guiados pelo Espírito Santo, realizem juntos os propósitos de Deus
para as suas vidas terrenas.

O ministro dirige-se à congregação
Antes, porém, intimo qualquer pessoa aqui presente, conhecedora de alguma causa pela qual estas duas pessoas não possam legitimamente casar-se na Igreja de Cristo, que a declare agora.

E em seguida diz aos noivos
Os votos que estais prontos a fazer,
sê-lo-ão em nome de Deus,
que é o juiz de todos, e conhece os segredos dos corações; portanto, se qualquer de vós sabe de alguma causa pela qual não vos possais casar legitimamente
na Igreja de Cristo,
deve declará-la agora.

A congregação põe-se de pé, e o ministro diz ao noivo
N., receberás N. por tua esposa?
Estás decidido a amá-la, confortá-la, honrá-la, protegê-la, e a guardar-lhe total fidelidade até á morte?
Resposta: Sim, estou.

O ministro diz à noiva
N., receberás N. por teu marido?
Estás decidida a amá-lo, confortá-lo, honrá-lo e protegê-lo, e a guardar-lhe total fidelidade até á morte?
Resposta: Sim, estou.

O ministro
Pois que tendes o propósito de contrair o santo matrimónio, dai o vosso consentimento na presença de Deus e da sua Igreja,

Os noivos voltam-se um para o outro.
O noivo toma na sua a mão direita da noiva, e diz

Eu, N., recebo-te, N.,
por minha esposa,
de hoje em diante:
para o melhor e o pior,
na riqueza e na pobreza,
na doença e na saúde,
para amar-te e honrar-te,
até que a morte nos separe,
segundo a santa lei de Deus.
Este é o meu voto solene.

Os noivos desprendem as mãos.
A noiva toma na sua a mau direita do noivo, e diz

Eu, N., recebo-te, N.,
por meu marido,
de hoje em diante:
para o melhor e para o pior,
na riqueza e na pobreza,
na doença e na saúde,
para amar-te e honrar-te,
até que a morte nos separe,
segundo a santa lei de Deus.
Este é o meu voto solene.

Os noivos desprendem as mãos.
O ministro recebe as alianças e diz
Pai celestial,
pela tua bênção misericordiosa,
sejam estas alianças para N. e N.
símbolos de inextinguível amor
e de fidelidade às promessas que reciprocamente fizeram.
Mediante Jesus Cristo, nosso Senhor. Ámen.

O noivo coloca a aliança no dedo anular da noiva, dizendo
Dou-te esta aliança,
como sinal do nosso casamento.
De corpo e alma te honro,
tudo o que sou te dou,
e tudo o que tenho partilho contigo,
no amor de Deus,
Pai, e Filho, e Espírito Santo.

De seguida. a noiva coloca a aliança no dedo anular do noivo, dizendo
Dou-te esta aliança,
como sinal do nosso casamento.
De corpo e alma te honro,
tudo o que sou te dou,
e tudo o que tenho partilho contigo,
no amor de Deus,
Pai, e Filho, e Espírito Santo.

O ministro dirige-se á congregação, dizendo
Na presença de Deus, e perante esta congregação,
N. e N. consentiram em se unir em santo matrimónio;
e confirmaram esse acto pela junção das mãos,
e pela dádiva e aceitação das alianças.
Portanto, eu os declaro homem e mulher casados.

O ministro, segurando juntas as mãos direitas dos cônjuges. diz

NÃO SEPARE O HOMEM AQUELES QUE DEUS UNIU.

A congregação fica de pé: marido e esposa ajoelham;
e o presbítero abençoa-os

O nosso auxílio vem do Senhor,
que fez os céus e a terra.
Bendito seja o Senhor,
desde agora e para sempre.

Deus Pai,
Deus Filho,
Deus Espírito Santo,
vos abençoe e guarde;
o Senhor misericordioso vos dê as riquezas da sua graça, para que em tudo façais a sua vontade,
tanto no corpo como na alma,
e, vivendo juntos na fé e no amor,
possais receber as bênçãos da vida eterna. Ámen.

Podem-se fazer as aclamações seguintes
Bendito és Tu, Pai celestial:
enches de alegria o noivo e a noiva.

Bendito és Tu, Senhor Jesus Cristo:
trouxeste vida nova à humanidade.

Bendito és Tu, Espírito Santo de Deus:
congregas-nos em amor.

Bendito seja o Pai, e o Filho e o Espírito Santo:
Um só Deus, digno de ser louvado para sempre. Ámen.

Marriage
SAGRADA COMUNHÃO

Retoma-se a Sagrada Eucaristia com o Rito da Paz.

Após a Comunhão, o presbítero usará a primeira
e uma ou mais das orações seguintes, ajoelhando os cônjuges

Deus omnipotente,
enviaste o teu Espírito Santo
para ser a vida e a luz de todo o teu povo.
Abre os corações destes teus ·filhos
às riquezas da sua graça,
para que produzam os frutos do Espírito,
em amor, em alegria e em paz.
Mediante Jesus Cristo, nosso Senhor. Ámen.

Pai celestial,
criador de todas as coisas,
já que nos deste a graça de participar na tua criação,
abençoa este casal com o dom e o encargo de filhos;
permite que o seu lar abunde em amor, verdade e segurança e os seus filhos cresçam para Te conhecer e amar.
Mediante Jesus Cristo, nosso Senhor. Ámen.

Senhor Jesus Cristo, nosso Salvador,
em Nazaré fizeste parte de um lar terreno:
habíta no lar destes teus filhos, como Senhor e Rei;
dá-lhes a vontade de servirem outros, como Tu serviste, e concede-lhes que, por sua vida,
sejam sempre testemunhas do teu amor
junto daqueles entre quem vívam,
para glória do teu santo nome. Ámen.

Ó Deus, nosso criador,
pelo casamento juntas o homem e a mulher numa só carne,
elegendo este santo mistério
como símbolo da união entre Cristo e a sua Igreja,
e imagem da tua eterna aliança com o teu povo;
olha misericordioso para estes teus servos,
de modo que N. ame a sua esposa
como Cristo ama a sua Igreja,
e também N. ame o seu marido
como a Igreja é chamada a amar o seu Senhor.
Abençoa-os para que herdem o teu reino eterno.
Mediante Jesus Cristo, nosso Senhor. Ámen.

Pai celestial,
damos-Te graças porque, através da nossa existência terrena, nos revelas a tua vida eterna;
pedimos-Te que, através do seu casamento,
N. e N., dia a dia, cresçam para Te conhecer melhor,
amar-Te mais profundamente e seguir-Te mais de perto.
Mediante Jesus Cristo, nosso Senhor. Ámen

O presbítero conclui com a Bênção
Deus, Santíssima Trindade,
vos fortaleça na· fé e no amor;
vos rodeie da sua protecção;
e vos guie na verdade e na paz.
E a bênção de Deus todo-poderoso,
o Pai, e o Filho, e o Espírito Santo,
esteja convosco e convosco fique para sempre. Ámen.

Se não houver celebração da Santa Eucaristia, os recém-casados, após a Bênção Nupcial — ou após o Registo se este lhe seguir — ajoelham e o celebrante diz as orações atrás indicados para o Pós-comunhão, concluindo com o Pai Nosso e a Benção, se for presbítero. ou a Graça, se fôr diácono.

Holy Communion

Top Articles

Latest Posts

Article information

Author: Zonia Mosciski DO

Last Updated: 11/23/2022

Views: 6606

Rating: 4 / 5 (71 voted)

Reviews: 86% of readers found this page helpful

Author information

Name: Zonia Mosciski DO

Birthday: 1996-05-16

Address: Suite 228 919 Deana Ford, Lake Meridithberg, NE 60017-4257

Phone: +2613987384138

Job: Chief Retail Officer

Hobby: Tai chi, Dowsing, Poi, Letterboxing, Watching movies, Video gaming, Singing

Introduction: My name is Zonia Mosciski DO, I am a enchanting, joyous, lovely, successful, hilarious, tender, outstanding person who loves writing and wants to share my knowledge and understanding with you.